2 de agosto de 2012

esboços steampunk

Vou apresentar algum do trabalho realizado nos bastidores para a BD inclusa na Nanozine 6 - especial steampunk.
Comecei por definir a protagonista dando-lhe uma roupagem do pouco que sabia do steampunk-style, nomeadamente os "goggles" e o espartilho.
Acrescentei depois cintos e couros que pudesse introduzir, muito inspirado no Final Fantasy IX que tem um tema steampunk.
As calças foram o maior sarilho. Tentei elaborar um design que porventura podia ser usado nos finais séc. XIX, vi ilustrações e fotografias e o design fazia sentido excepto as calças. É que não encontrava uma lady de calças! Mas tinha que ser, imaginava a protagonista a conduzir uma máquina à velocidade de um TGV steampunkiano e umas saias a esvoaçar pesadamente era algo que simplesmente não me fazia sentido.
Além do mais a personagem lidava com as partes mecânicas dos aparelhos e estruturas e queria algo como uma farda fabril. A solução encontrei-a na personagem Scarlett O'Hara do grandioso filme Steamboy. Uma pequena variação e foi este o primeiro design:
Sim, fiz treino com os "googles" e um tinha ares de um vitoriano Batman, ou mesmo o Capitão América versão Ultimate. Felizmente desisti logo disso.

Depois apresentei a ideia à Adeselna Davies, uma das editoras do nanozine. Gostou e fez várias sugestões, um casaquinho, um espartilho mais bonito and so on, algo com mais apetrechos e cor. Até podia ser algo inestético e sem sentido, que fosse arrojado. Até falamos em botins :)
Vi alguns trabalhos dos cosplayers e decidi-me por um design. Mas agora, olhando para trás, acho que ainda podia ir mais longe.

O design do barco. Eu chamo-lhe aerobarco, uma piscadela de olho ao dirígivel inglês.
A personagem é baseada na que foi usada na BD 24h. Aliás, é a mesma mas numa diferente época. Por isso de início pensei em algo que invocasse a posição aerodinâmica com a máquina original, mas mudei depois para a posição sentada para poder usar um daqueles banquinhos vitorianos, como utilizados nos primeiros veículos rodoviários. Achei que ficava muito giro.

Por fim apresento os esboços dos layouts quando apresentei a ideia. É algo muito trapalhão, até não difere muito do dos esboços do aerobarco, isto porque não gosto de esforçar-me nos esboços :P
Mas penso que foi o suficiente. Regra geral, ou mesmo quase sempre, as páginas finais apresentam o mesmo layout dos esboços, apenas diferindo neste ou naquele pormenor; uma vez definido o layout não mais mexo.

6 comentários:

Daniel Maia disse...

Oi Rui! As ilos estão impecáveis, mas fiquei realmente curioso quanto aos layouts... Aguardo pela finalização! ;)

Abraço, DM

rui alex disse...

Olá Dan
Obrigado!
Referes à arte-finalização? Isso sou capaz de não mostrar. Mas vai por mim: a cores a BD ficou melhor ;)
Espreita o link no inicio do post, caso ainda não tenhas feito.

Abraço

Olinda P. Gil © disse...

É engraçado ver o historial

rui alex disse...

farei isto mais vezes :)

Ana C. Nunes disse...

É um gosto ver o teu trabalho evolutivo. Pessoalmente até gostava mais do primeiro design da protagonista, mas realmente o segundo tem mais cor (e de steampunk a Adeselna percebe mais que eu).
Excelente trabalho!

rui alex disse...

Fico contente em saber que preferias o primeiro design. Tambem acho que ficou especial.

Ela percebe de steampunk, sim, aconselhou-me por exemplo em meter o céu mais escuro. Inicialmente eu pintei de um azulinho muito bonito...

Muito obrigado pelas palavras :)