2 de dezembro de 2016

Passatempo Zona Contacto


capa de Pedro Sequeira

Está aberto novo Giveaway no blogue! Desta vez do livro Zona Contacto, no qual participo com uma nova fantástica equipa de artistas!
Mais uma vez, pretendo personalizar o livro com um autógrafo e dedicatória ao vencedor(a)!

Para participar neste passatempo só tem de preencher o formulário abaixo. O passatempo está aberto até 16 de Dezembro, às 20:00. Está aberto apenas para território português.
Nota: não é preciso tornar-se seguidor do blogue. O único requisito necessário é gostar de Banda Desenhada.

3 de novembro de 2016

30 de outubro de 2016

27 de outubro de 2016

Zona Contacto


capa de Pedro Sequeira

Já foi publicada a lista de autores entre outras novidades do próximo número do Zona.

A Zona Contacto é o número 14 da Zona, uma antologia de BD e ilustração publicada desde 2009.
Neste número, o tema é o "Primeiro contacto" entre espécies, civilizações, culturas, mundos....
O lançamento da Zona Contacto é já este Sábado, dia 29 de Outubro, pelas 15:30 na Amadora BD.
Contamos com a vossa presença!

Participo nesta antologia com uma BD de 13 páginas "Eternauta". Na verdade, sob este título, estão agregadas duas mini-histórias. A primeira é "Narciso Negro", é o trabalho vencedor do concurso de BD de OdemiraBD '12 (mais info nesta entrada). Quando os editores da Zona anunciaram o novo tema lembrei-me desta BD, achei que corresponde bem ao tema. Obtive a permissão da organizadora do concurso, a Biblioteca Municipal José Saramago de Odemira, que detém os direitos, e ao revisitar as personagens, embalado pelo potencial do novo tema, achei que podiam ter outro fim e o mundo em que vivem também podia ser mais explorado. Quis lançar alguma luz sobre os seres estranhos deste mundo da BD, algumas respostas da minha parte que possam explicar os acontecimentos, ao mesmo tempo que são, espero, levantadas novas questões (acharia positivo). E assim germinou a segunda história, de nome "Orfeu Ouro". São histórias desenhadas com três anos de diferença. Acho que o meu traço evoluiu, naturalmente, após esse tempo, mas espero que a diferença não cause impressão; o uso de cores permite a união das histórias e o usufruo da leitura como se uma história apenas se tratasse.

Agradeço aos editores pela oportunidade e desafio e à Biblioteca Municipal José Saramago de Odemira pela permissão da publicação de "Narciso Negro".